Implante anticoncepcional e menstruação: os efeitos no ciclo menstrual mascarado

implante anticoncepcional e períodos, efeitos sobre o ciclo menstrual

O implante contraceptivo é um método eficaz para prevenir a gravidez, mas também pode afetar o seu ciclo menstrual. Se você está pensando em usar um implante, é importante entender como isso pode afetar sua menstruação.

O que é um implante anticoncepcional?

Um implante contraceptivo é um método de controle de natalidade de longa duração que é inserido sob a pele do antebraço por um profissional de saúde treinado. Trata-se de um pequeno chip em forma de bastonete (3 cm de comprimento) que contém progesterona, hormônio que impede a ovulação, impossibilitando a gravidez. O implante é eficaz após a inserção e tem uma vida útil de 5 anos. É considerado um método confiável e eficaz para prevenir a gravidez.

A utilização deste microprogestágeno permite prevenir a gravidez bloqueando a ovulação e modificando o muco cervical, dificultando a passagem do esperma para o útero. Para a maioria das mulheres, o uso de um implante contraceptivo subcutâneo terá impacto tanto na contracepção quanto na menstruação.

Como o implante anticoncepcional afeta a menstruação?

Os implantes contraceptivos destinam-se a reduzir a frequência e a duração do sangramento menstrual. Portanto, é comum que as mulheres com implantes tenham ciclos irregulares ou não tenham mais períodos. Algumas mulheres podem ter sangramento leve por alguns meses após a inserção do implante e, então, os períodos desaparecem completamente.

É importante notar que oausência de menstruação (amenorreia) não garante que uma mulher não esteja grávida, por isso é importante continuar a usar um método contraceptivo eficaz e fazer um teste de gravidez em caso de dúvida.

Quais são os efeitos de um implante contraceptivo na menstruação?

Os efeitos de um implante contraceptivo na menstruação são variados. É comum que as mulheres tenham dúvidas sobre os possíveis efeitos colaterais do implante anticoncepcional, como ganho de peso, o aparecimento de acne, aumento do fluxo menstrual ou ausência de menstruação.

Em algumas mulheres, os períodos podem ser ligeiramente irregulares ou mais intensos. Em outras mulheres, eles podem parar completamente. As alterações do ciclo menstrual costumam ser leves e não duram muito. Alguns implantes contraceptivos também podem causar sangramento menstrual mais frequente ou intenso durante as primeiras semanas ou meses de uso.

Dependendo da mulher que o usa, o implante contraceptivo pode ter diferentes efeitos sobre os períodos:

  • do sangramento leve ou irregular: alguns usuários podem ter sangramento mais frequente ou mais leve do que o normal, ou sangramento que vem e vai.
  • do regras mais curtas ou mais longas: o implante pode encurtar a duração dos períodos ou fazê-los durar mais tempo.
  • do regras mais leves: o implante pode reduzir a quantidade de sangue passada durante a menstruação.
  • do períodos mais dolorosos: algumas usuárias podem ter cólicas abdominais ou dores mais intensas durante a menstruação.
  • Ausência de regras (amenorréia) : algumas usuárias podem parar de menstruar depois de usar o implante por um tempo.

Existem riscos associados aos implantes contraceptivos?

Tal como acontece com todos os outros métodos de controle de natalidade, existem riscos associados ao uso de um implante contraceptivo. Esses riscos incluem complicações durante a inserção ou remoção do implante, infecções, sangramento irregular e dor abdominal. Existem também riscos específicos, como migração do implante, perfuração do útero ou deslocamento do implante que podem dificultar a sua remoção.

É importante observar que esses efeitos colaterais geralmente são leves e temporários. No entanto, é importante discutir os riscos e benefícios do uso do implante contraceptivo com seu médico antes de decidir se esse método é adequado para sua situação pessoal.

Devo remover meu implante em caso de menstruação irregular?

É essencial discutir com seu médico quando você sentir qualquer efeito adverso no uso de um implante contraceptivo. Em alguns casos, pode ser necessário remover o implante para resolver esses problemas.

No entanto, esse sangramento irregular pode ser temporário e melhorar com o tempo. Portanto, é importante consultar o seu médico antes de tomar a decisão de remover o implante para avaliar a situação pessoal e os riscos associados.

O ciclo menstrual é controlado por hormônios. O implante contraceptivo envia doses constantes de hormônios pelo corpo, o que impede a ovulação e, portanto, a menstruação. No entanto, você ainda pode ter sangramento leve ou irregular enquanto estiver com o implante. 

Quais são as outras alternativas ao implante contraceptivo?

Existem muitos outros métodos anticoncepcionais usados ​​para prevenir a gravidez além do implante anticoncepcional. Os métodos mais comumente usados ​​incluem controle de natalidade hormonal e não hormonal:

  • La pílula anticoncepcional : um método hormonal que envolve tomar comprimidos contendo hormônios que impedem a ovulação.
  • Le preservativo: um meio que protege contra doenças sexualmente transmissíveis, além de prevenir a gravidez.
  • La esterilização: um procedimento permanente que impede a fertilização bloqueando as trompas de falópio ou removendo os testículos.
  • Le diafragma: uma barreira física que é inserida na vagina para bloquear o esperma.
  • La pílula do dia seguinte que é usado após a relação sexual desprotegida para prevenir a gravidez.
  • A pose de um DIU ou dispositivo intrauterino (DIU) que é um pequeno objeto em forma de T que é inserido no útero para evitar a gravidez.

Cada método tem suas vantagens e desvantagens e é importante discutir com seu médico para saber qual método contraceptivo se adapta à sua situação pessoal.

Alguns métodos não protegem contra doenças sexualmente transmissíveis, por isso é essencial combinar métodos para uma proteção completa.

Que proteção é usada com um implante contraceptivo?

Como o implante anticoncepcional pode afetar o ciclo menstrual, é possível que os períodos se tornem menos abundantes ou que parem completamente. Neste caso, o Cueca menstrual pode ser uma boa escolha para gerir os períodos confortavelmente.

Retornar ao blog

Deixe um comentário

Veuillez note que les commentaires doivent être approuvés avant d'être publiés.

Os artigos do site contêm informações gerais que podem conter erros. Estes artigos não devem de forma alguma ser considerados como aconselhamento médico, diagnóstico ou tratamento. Em caso de dúvidas ou dúvidas, marque sempre uma consulta com seu médico ou ginecologista.

NOSSAS Cuecas menstruais

1 de 4